Skip links

Porque é que enfrentamos um forte aumento dos preços da energia?

Há já várias semanas que os preços do gás, combustível e electricidade têm vindo a disparar em todo o mundo. Uma situação que preocupa os agregados familiares, que vêem o seu poder de compra seriamente afectado. Então, porque é que estamos a enfrentar o aumento dos preços da energia?

Desconfinamento e recuperação económica

Uma das principais e comuns razões para o aumento dos preços dos combustíveis, gás e electricidade é o aumento da procura na sequência da recuperação económica. Após vários meses de confinamento, o mundo está a relaxar as medidas sanitárias, o que está a fazer aumentar a procura e a aumentar significativamente os preços.

Tensão sobre o gás

Segundo o jornal francês Les Echos, para além da recuperação económica, o gás enfrenta uma forte procura devido ao aumento do preço das licenças de emissão de dióxido de carbono na Europa. Licenças de emissão são comercializadas entre grandes emissores industriais de CO2 no mercado europeu. Este aumento está a pressionar os fabricantes a recorrer ao gás para a produção de electricidade, reduzindo assim a utilização de carvão. Outro elemento mencionado por Les Echos é o facto de o Inverno de 2021 ter sido mais longo do que o habitual na Europa, o que “fez aumentar o consumo de gás para aquecimento, que foi 15% mais elevado do que em 2020″. As reservas de gás na Europa são baixas, o que está a fazer subir os preços consideravelmente.

O aumento dos preços do gás afecta directamente o preço da electricidade produzida pelas centrais eléctricas alimentadas a gás. Uma situação que afecta a maioria dos países da UE através de interconexões eléctricas.

Clima desfavorável

Outro factor que não tem ajudado a estabilizar o preço da electricidade é o clima. Em 2021, os ventos no Mar do Norte, que tem muitos parques eólicos, eram demasiado fracos. A produção insuficiente de energia eólica foi compensada pela produção através de centrais eléctricas alimentadas por combustíveis fósseis. Esta compensação fez subir os preços da electricidade.

Ao limitar as necessidades energéticas, a habitação passiva oferece uma alternativa sustentável aos riscos económicos. 

Leave a comment